top of page
  • Foto do escritorMauricio Daher

Quanto cobrar por trabalhos fotográficos?

Atualizado: 23 de abr.

Montar um orçamento para um trabalho fotográfico envolve considerar diversos aspectos para que o fotógrafo não tenha prejuízo financeiro e ao mesmo tempo faça um orçamento dentro da realidade do público alvo que aborda. Aqui estão algumas etapas importantes:


Defina o escopo do trabalho. 

Antes de tudo, é essencial entender exatamente o que o cliente deseja. Isso inclui o tipo de fotos necessárias, localização, número de horas de trabalho, número de fotos finais entregues, entre outros detalhes. É comum o cliente não saber o que quer ou como funciona, daí a assistência do fotógrafo com seu conhecimento técnico.

Custos de produção. 

Considere todos os custos relacionados à produção das fotos, como aluguel de equipamentos, custos de viagem, custos de locação de estúdio (se aplicável), custos de assistentes, entre outros.

Custo do seu tempo. 

Seu tempo é valioso, portanto, certifique-se de incluir uma taxa horária justa no seu orçamento. Considere quanto tempo você gastará fotografando, editando, e se comunicando com o cliente.

Custos de pós-produção. 

Inclua os custos de edição e pós-produção das fotos. Isso pode variar dependendo da complexidade do trabalho e do número de fotos a serem editadas.



Orçamento de fotografia
Cada produção é única. Tenha o máximo de informações sobre o que o cliente deseja.

Despesas gerais e lucro. 

Não se esqueça de incluir suas despesas gerais, como custos de marketing, seguro, software de edição, entre outros. Além disso, inclua uma margem de lucro razoável.


Segmentação do mercado. 

Considere segmentar seu mercado alvo e ajustar seus preços de acordo com o segmento. Por exemplo, você pode cobrar mais por serviços corporativos do que por sessões de retratos individuais.


Pricing strategy. 

Considere sua experiência, demanda pelo seu trabalho e o mercado local ao definir seus preços. Você pode optar por uma estratégia de precificação baseada em hora, por projeto ou oferecer pacotes personalizados.


Preços competitivos. 

Faça pesquisas de mercado para entender os preços praticados pelos seus concorrentes. Isso ajudará você a definir preços competitivos que ainda proporcionem uma margem de lucro adequada.

Imprevistos. 

Sempre é bom incluir uma margem para imprevistos no seu orçamento para garantir que você esteja cobrindo todos os custos.

Forma de pagamento. 

Defina claramente os termos de pagamento, incluindo o valor do depósito inicial (se aplicável) e quando o pagamento final deve ser feito.


Adicionais opcionais. 

Ofereça serviços adicionais que possam agregar valor ao trabalho, como álbuns impressos, sessões extras de fotos, ou serviços de impressão.

Apresentação do orçamento. 

Apresente o orçamento de forma clara e profissional, detalhando todos os custos e termos. Esteja aberto para discutir e negociar conforme necessário.



orçamento fotografo
Cada área da fotografia tem sua especificidade. Inclusive no orçamento.

Customização do orçamento. 

Não se trata apenas de jogar números em um documento. Personalize o orçamento de acordo com as necessidades e expectativas do cliente. Mostre que você entendeu as demandas do trabalho e está propondo soluções específicas.


Política de descontos. 

Defina claramente sua política de descontos no orçamento. Por exemplo, você pode oferecer descontos para clientes recorrentes, referências ou para projetos maiores.

Transparência. 

Seja transparente sobre o que está incluído no orçamento e o que não está. Isso ajuda a evitar mal-entendidos e conflitos durante o processo de trabalho.

Política de cancelamento e reembolso. 

Estabeleça claramente sua política de cancelamento e reembolso no orçamento para evitar problemas caso o cliente precise cancelar o trabalho.

Acompanhamento pós orçamento. 

Após enviar o orçamento, esteja disponível para responder a quaisquer perguntas ou preocupações do cliente. Isso mostra profissionalismo e disposição para trabalhar em conjunto.

Avaliação periódica. 

Regularmente revise e ajuste seus preços conforme necessário. À medida que sua experiência e demanda aumentam, você pode aumentar seus preços para refletir seu valor no mercado.


Contrato. 

Sempre acompanhe o orçamento com um contrato claro e abrangente. O contrato deve detalhar os termos e condições do trabalho, incluindo os direitos autorais das fotos, prazos de entrega e qualquer outra informação relevante.

Educação contínua. 

Reserve uma parte do seu orçamento para educação contínua e desenvolvimento profissional. Faça cursos de especialização para aprimorar suas habilidades fotográficas e de negócios.


Cuidado com milagres e dicas mágicas. 

Não é fácil chegar a valores perfeitos, negociar, agregar valor e muito mais. Não existe praticidade, facilidade nem métodos mágicos. Ganhe dinheiro com a fotografia, não perca dinheiro com a fotografia.




E mais:


Um orçamento bem elaborado não apenas ajuda a garantir que você seja justamente compensado pelo seu trabalho, mas também estabelece uma base sólida para uma relação profissional com seus clientes.


Achou complexo? Sim, é bastante complexo. Se fosse fácil ganhar dinheiro com fotografia todos seriam fotógrafos😉


As dicas acima são para que o bom profissional não trabalhe de graça, ou pior, acabe descobrindo que "pagou para trabalhar". Cuidado com a falsa percepção de faturamento.





Até mais!


Mauricio Daher. Fotógrafo Profissional e Professor de Fotografia @mauricio_daher_fotografo



86 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page