top of page
  • Foto do escritorMauricio Daher

Dicas para fazer um ensaio de Pet Book.

Fazer um ensaio PET BOOK pode ser uma experiência divertida e gratificante. Aqui estão algumas dicas profissionais para ajudar a garantir que você capture belas imagens dos animais de estimação:


Conheça o animal:

Antes do ensaio, passe um tempo conhecendo o animal. Descubra suas peculiaridades, brinquedos favoritos e quais são as melhores maneiras de interagir com ele. Isso ajudará a criar uma conexão e a capturar momentos autênticos.


Conheça os donos:

Mantenha uma comunicação constante com os donos para entender as peculiaridades do animal e garantir que eles se sintam confortáveis durante o ensaio.


Ambiente confortável e seguro:

Escolha um local confortável para o animal. Pode ser em casa, no quintal ou em um parque. Como não vai dar para usar coleira nem guia, certifique-se de que o ambiente seja seguro e familiar para o pet.





Não é só uma imagem bonita:

Cada animal é único, e capturar a essência de sua personalidade é fundamental para criar um pet book memorável.


Iluminação natural:

Prefira a luz natural sempre que possível. A luz suave do início da manhã ou do final da tarde cria sombras suaves e destaca os detalhes do pelo do animal.


Cuidado com o foco:

Considere usar o foco no modo "contínuo" (servo) quando o pet estiver correndo em sua direção. Se tiver uma mirrorless veririfque se tem foco para pet.


Cuidado com o corte:

Ponta de orelha, patinha, rabo; se quiser cortar tenha a certeza do que está fazendo. Para pets muito agitados "erre" por excesso de composição, depois faça o corte com calma na edição.




Foco nos olhos:

Os olhos são muitas vezes o ponto focal da fotografia. Certifique-se de que os olhos do animal estejam nítidos e brilhantes. Isso ajuda a transmitir emoção e personalidade.


Use a profundidade de campo adequada:

Use uma abertura maior (número f menor) para desfocar o fundo, destacando o animal. Isso cria uma estética agradável e concentra a atenção no protagonista. Mas não exagere, ao contrario do retrato humano, um cão, por exemplo, tem mais "profundidade".





Capture a personalidade:

Tente capturar momentos que revelem a personalidade única do animal. Pode ser uma expressão facial engraçada, brincadeiras favoritas ou até mesmo cochilos adoráveis.


Prepare-se para a espontaneidade:

Embora seja importante ter um plano, esteja aberto a momentos espontâneos. Os animais de estimação muitas vezes fazem coisas adoráveis sem aviso prévio.




Use brinquedos e recompensas:

Tenha alguns brinquedos ou petiscos à mão para chamar a atenção do animal e recompensá-lo por bom comportamento. Isso pode ajudar a mantê-lo interessado e envolvido no ensaio.


Faça o pet Lamber o que você quiser:

Esfregue um pedaco de "toucinho defumado" em alguma superficie legal, no rosto do dono, num objeto qualquer e veja como o pet vai lamber intensamente.


Nível dos olhos:

Para uma perspectiva mais envolvente, fotografe o animal ao nível dos olhos. Isso cria uma conexão visual mais forte na imagem.


Paciência:

Fotografar animais pode levar tempo. Esteja preparado para ter paciência e esperar pelo momento certo. Evite pressionar demais o animal, permitindo que ele se acostume com a presença da câmera.



Lentes adequadas:

Uma lente grande angular pode capturar cenas mais amplas, enquanto uma teleobjetiva pode ser útil para capturar detalhes específicos.


Cores coordenadas:

Se o animal de estimação tiver uma pelagem colorida, pense nas cores do ambiente ao escolher o local para o ensaio. Cores coordenadas podem criar uma composição visualmente agradável.




Envolver os donos:

Inclua os donos nos retratos para capturar a relação especial entre eles e seus animais de estimação. Essas imagens podem adicionar uma dimensão emocional e contar uma história mais completa.




Capturarações e movimentos:

Fotografe o animal em ação, seja correndo, pulando ou brincando. Essas fotos dinâmicas podem ser particularmente cativantes e mostrar a energia positiva do pet. Velocidade do Obturador rápida, no mínimo 1/1000s.


Variedade de ângulos:

Experimente diferentes ângulos e perspectivas para criar variedade no seu pet book. Fotografe de cima, de baixo, de frente e de lado para destacar diferentes características e expressões.


Edição sutil:

Utilize a edição de forma sutil para aprimorar suas fotos. Ajustes leves de contraste, brilho e nitidez podem realçar a qualidade da imagem sem parecerem excessivamente processados.


Fotografia em preto e branco:

Considere converter algumas fotos em preto e branco. Isso pode destacar texturas, expressões faciais e dar uma atmosfera atemporal às imagens.




Respeite o ritmo do animal:

Entenda o ritmo natural do animal e respeite seus limites. Se o pet mostrar sinais de cansaço ou desconforto, faça pausas para permitir que ele descanse.




Composição Criativa:

Explore composições criativas, como enquadrar o animal com elementos naturais, como flores, folhagens ou arquiteturas interessantes.



Expressão facial:

Capture expressões faciais do animal, incluindo sorrisos, olhares curiosos e até mesmo bocejos. Esses momentos podem revelar a personalidade do pet de uma maneira única.




Use um fundo limpo:

Evite fundos muito ocupados que possam distrair a atenção do animal. Um fundo limpo e simples ajudará a destacar o pet na fotografia.


Explore diferentes texturas:

Aproveite as diferentes texturas, como a grama, areia ou até mesmo uma manta macia, para adicionar interesse visual às fotos.


Brinquedos e atividades favoritas:

Integre brinquedos ou atividades favoritas do animal no ensaio para criar imagens que reflitam seus momentos de diversão.




Capture relações entre pets:

Se houver mais de um animal de estimação, capture a interação entre eles. Isso adiciona camadas emocionais e cria fotos adoráveis.


Enquadramento criativo:

Experimente enquadramentos criativos, como utilizar portas, janelas ou estruturas arquitetônicas para enquadrar o animal de maneira única.





Detalhes:

Não se esqueça de capturar detalhes, como patinhas, focinhos e orelhas. Esses close-ups podem ser muito tocantes.




Pós-produção sutil:

Se optar por editar as fotos, faça-o de maneira sutil. A ideia é realçar, não alterar drasticamente a aparência do animal.


Tenha paciência:

Animais podem sentir a energia do fotógrafo. Mantenha-se calmo, seja paciente e evite movimentos bruscos para não assustar o animal.


Agregue valor para sua produção para fazer um bom orçamento:

Sempre que possível agregue álbum impresso e foto produtos.


Diverta-se e façam todos se divertirem, a fotografia é um experência lúdica. Crie uma experiência positiva para o animal de estimação e seus donos.


Lembre-se de que a prática leva à excelência.


Mauricio Daher. Fotógrafo.

22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page